plantas, reaproveitar

Plantas e sustentabilidade

Tudo começou em Março deste ano… dia 16 de março quebrei (ou melhor, quebraram-me) a rotina e fiquei em casa de quarentena. Ficámos praticamente todos, na realidade. Os dias foram passando e, como não sou pessoa de ficar quieta e a minha curiosidade normalmente é superior à preguiça, comecei a pesquisar informações sobre plantas.

Sim, plantas. Plantas boas para o interior, para o exterior, fáceis de propagar, para iniciantes, que sejam difíceis de matar… e a cada dia que passava aprendia mais e mais, comecei a tirar apontamentos de dicas, adubos, fiz uma wishlist, mas não fiquei por aqui. Foram vários os temas que me interessavam nessa altura: poupança, cultura, sustentabilidadeeee 😊. Aprendi muitas coisas durante essas semanas (ou foram meses?) e tenho de agradecer à pandemia por isso. Coisas essas relacionadas com formas de ser ainda mais sustentável, porque reciclagem, apagar a luz quando não está a ser utilizada, evitar usar ar condicionado, economizar água, etc já parecia um bocado antiquado e óbvio.

Neste post vou falar de algumas maneiras que arranjei para tornar a paixão por plantas e sustentabilidade dois conceitos compatíveis.

Adubação natural

Viver num apartamento não me facilita de forma nenhuma fazer compostagem, mas a vontade de ter um compostor é enorme. Uma maneira que arranjei de aproveitar restos de comida e fazer as minhas plantas felizes foi criar um adubo. Há imensas e mais variadas receitas de adubos na internet. Os ingredientes mais comuns, devido à bomba de nutrientes que contêm, são cascas de ovos, borras de café e cascas de banana. Há tantas formas de fazer adubos com estes 3 heróis: todos juntos, um a um, líquidos, em pó, etc etc, mas fui um bocado exigente e quis ir mais além.

Sem estragar o liquidificador, fiz uma mistura com cascas de batata, banana, tomate, ovo, cenoura e mais alguns ingredientes deste género, tudo batido com água. Depois foi esperar que o líquido repousasse durante cerca de 2 semanas numa garrafa e entretanto ia abrindo a tampa todos os dias para libertar o gás proveniente da decomposição da matéria orgânica. No final, antes de meter esse batido na terra das plantinhas, foi importante diluir o líquido com mais um pouco de água para não queimar as raízes dos verdinhos.

Bonito e amigo do ambiente

Qual a melhor junção entre uma máquina de costura, restos de cortinados e uma pessoa com muito tempo livre? BOLSINHAS PARA OS MEUS VASOS <333 (e ainda por cima ficou a combinar com a varanda). Fica aqui uma fotografia do resultado (dentro da bolsinha mais pequena está um frasco de iogurte que reutilizei e que utilizo para propagar as minhas plantas em água).

Melhor prenda existente à face da Terra (e de Marte possivelmente, ouvi dizer que é possível haver vida lá)

Tenho oferecido aos meus amigos algumas plantinhas que consigo propagar e se não é a melhor prenda possível então não sei o que é. Mas o melhor de tudo é ver o crescimento duma planta do zero. Plantei sementes de girassol na quarentena e tive lindas flores amarelas na minha varanda a darem cor à casa (dei as sementes que sobraram a amigos meus, que também tiveram sucesso com as flores). Sabem o que mais dá cor e vida à casa? Papoilas. Tenho só a dizer que a prenda perfeita está à venda aqui no site da Green Vibe.

São postais feitos a partir de papel 100% de algodão com sementes de papoila. O conceito é simplesmente fantástico:

  • 1º escreves uma carta ao teu amigo, mãe, pai, namorada/o, colega de trabalho;
  • 2º a pessoa lê a carta;
  • 3º é só cortar em pedacinhos e plantar este amor em forma de um cartão em terra.

Se der muita pena dá para digitalizar ou tirar fotografia antes e assim a pessoa fica com a carta guardada no computador ou telemóvel.

Por um lado, promove-se a ideia de “não acumular tralha” porque quem recebeu o postal não vai poder simplesmente arrumar o postal com o resto da papelada na gaveta, a vontade de ver as papoilas crescer será maior. Por outro, as papoilas simbolizam amor e vida na tradição portuguesa, e, citando a criadora deste projeto:

É exatamente isso, plantar e espalhar amor. Reduzir o que se acumula pelo sentimento que tem e o valor, mas sem retirar o dar, a partilha e o amor que se entrega a quem amamos, transformando estes gestos em algo ainda mais bonito na nossa vida, transformando bens materiais em vida, neste caso flores.” – Ana Baião 

Tenho a agradecer à Ana Baião, uma das minhas colegas bloggers aqui na Green Vibe, pela maravilhosa ideia, ao seu pai pelo fantástico trabalho com a fotografia da abelha que tem o meu coração <3 (as restantes fotografias foram as vencedoras de uma exposição online sobre a primavera, obrigada a vocês também e parabéns) e obviamente à Marta por nos dar a possibilidade de adquirirmos esta preciosidade e oferecermos a quem mais gostamos.

Usar água da chuva

Admito, a minha varanda parecia um armazém de uma empresa de água mineral nos últimos meses. Um dos meus defeitos é que ainda não me consegui livrar-me do hábito de comprar garrafas descartáveis, mas para uma boa coisa serviu. Tive estes meses todos ansiosa pela chuva, que é a melhor água para regar as plantas, e enquanto isso andava a guardar todos os garrafões que usávamos cá em casa na minha varanda! O plano era, portanto, usar estes garrafões todos para guardar água da chuva e ir regando as plantas com essa água. Uma técnica perfeita para se poupar água, que infelizmente está cada vez mais escassa ☹

Tenho uma confissão a fazer, talvez com esta felicidade toda até esteja a regar demasiado as plantinhas… ah! E outra: a minha varanda continua a parecer um armazém de uma empresa de água mineral.

 

O entusiasmo de escrever era tanto que esqueci totalmente de me apresentar. Chamo-me Adriana Zhuk, estou a tirar licenciatura em Gestão de Empresas na UALG, onde é bom viver, e estou a adorar fazer parte deste blog, obrigada Marta! Esta foi a primeira vez que escrevi para um blog, mas acho que até correu bastante bem. Tenho uma conta no Instagram chamada Ropas sem U, onde vendo, juntamente com o meu namorado, roupas em segunda mão. Sou super aberta a novas conversas e amizades, por isso estão totalmente à vontade para deixar dúvidas, dicas e opiniões nos comentários, irei responder com todo o gosto. Até ao próximo mês <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *