desperdicio zero

O que é o Desperdício Zero?

Ultimamente ouvimos falar, um pouco por todo o lado, sobre as consequências terriveis do uso do plástico, mais especificamente do plástico descartável. Nos últimos dez anos produzimos mais plástico do que durante todo o século passado (!!!) Mas também nunca vivemos numa era em que a informação está ao alcance de um clique, por isso milhares de pessoas no nosso planeta estão neste momento a unir-se para combater o consumo desenfreado do plástico e do lixo em geral. Já não é segredo para ninguém que a reciclagem não basta, é preciso mudarmos de hábitos, é preciso ter consciência daquilo que consumimos e é preciso passar a mensagem.

Os cinco Rs do Desperdício Zero

Antes de mais temos de entender o que significa Desperdicio Zero para passarmos à acção. O desperdício zero é uma filosofia que pretende que não enviemos lixo para os aterros, ou melhor dizendo, para a natureza. Neste momento estamos a escassear de recursos porque o sistema atual está a produzir em grande escala para depois deitar toda essa produção num buraco no nosso planeta. É um círculo sem lógica! Ao deitarmos uma embalagem para o lixo não estamos apenas a livrar-nos dessa embalagem, ela continuará bem presente a decompor durante centenas de anos. Sim, todas as embalagens que deitaste fora ainda existem.

Não fiques assustado/a com o termo zero quando falamos em desperdício zero, é uma jornada que cada pessoa percorre ao seu ritmo, porque todos nós sabemos que, na sociedade que vivemos hoje em dia, com todos os afazeres e responsabilidades é quase impossível viver uma vida sem lixo. Assim, propomo-nos a consumir o menos plástico, papel, metal e vidro possível e quando o consumimos vamos tentar reutilizar, e se não for possível, reciclar.

Se seguirmos os cinco Rs do desperdicio zero com certeza continuaremos a viver em harmonia com o nosso planeta verde e azul de volta.

Recusar
Este é o primeiro passo, recusar tudo aquilo que não precisamos. Quantas vezes somos abordados na rua com um panfleto na mão? Ou quando abrimos a caixa do correio atolhada de correio não solicitado? E aquela palhinha de plástico que acompanha a bebida no restaurante? Se não precisas, não aceites. É menos esse lixo que tens de lidar mais tarde e também é menos esse que vai parar ao aterro.

Reduzir

Este R está interligado com o estilo de vida minimalista que concentra-se na qualidade e não na quantidade e também nas experiências ao invés dos bens materiais. Reduzir aquilo que realmente precisamos acaba por fazer-nos refletir sobre tudo à nossa volta, o que efectivamente importa, avaliarmos se realmente precisamos daquele objecto e livrarmo-nos do que já não nos faz falta.

Reutilizar
Quantas coisas temos em casa que já não damos uso e que, no entanto, poderiam ser utilizadas para outros efeitos? Aquela caneca antiga pode servir para colocar as canetas ou até mesmo de vaso para um cato ou suculenta. Pensar em comprar em segunda mão, por exemplo, sai muito mais económico! Antes de comprar fazer as seguintes questões: Dá para reparar? Terei algo em casa que poderá substituir? Posso salvar esta peça? (Exemplos: 1. caixas de cartão para guardar objectos ou enviar encomendas; 2. roupas com buracos ou russas podem servir de panos de limpeza).

Reciclar
Quando não é possivel recusar, reduzir ou reutilizar fazemos a reciclagem. Para isso é importante que saibamos separar cada embalagem e deixar no ecoponto correto. Por outro lado sempre que possível comprar produtos reciclados. Tirem as vossas dúvidas sobre reciclagem no site do Ponto Verde.

Rot
Significa compostar ou reciclar os materiais orgânicos. Por exemplo cascas de frutas e legumes ou até mesmo objectos feitos em madeira como as escovas de dentes de bambu. Ou seja, quase tudo o que é biodegradavel entra na compostagem. O composto é rico em nutrientes para nas nossas hortas!

Espero que tenham ficado mais esclarecidos e com uma ideia geral de como poderemos diminuir o lixo que consumimos e causar menor impacto ambiental.

Quais são as vossas dicas de reutilização e redução?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *